terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Intermitências da Vida ( é, eu sei, Saramago...)


Hoje resolvi simplesmente não pensar na vida, hoje resolvi não pensar em problemas, hoje, simplesmente, resolvi não pensar em nada. “Há metafísica bastante em não pensar em nada” disse-nos Alberto Caeiro. O viver em termos contemporâneos é permeado de atribulações, de situações absurdas e só não as percebemos com freqüência por estarmos imersos nesse emaranhado de acontecimentos que, geralmente, não contribuem para nada a não ser para aborrecer mais ainda nossos dias. Resolvi não pensar na vida, pois quero viver mais intensamente e viver intensamente significa morrer! Morrer para a vida, morrer... Quero somente focalizar o que mais toca-me! Quero emaranhar-me somente no que a vida tem de melhor, a sua completa ausência. Somos seres dotados de uma excelente capacidade de tornar tudo mais complexo. São novas tecnologias, são novas maneiras de endividamento, são novas neuroses, são novas doenças... Minha vida está intermitente hoje. Hoje não estou vivo. Hoje estou morto, pois estou em estado de suspensão de sentidos ordinários. Sinto-me desprovido de forças vitais. O bem-querer invadiu sorrateiramente meu dia e fez-me refém da mais pura sensação que dizem humana. Algo inexplicável apresentou-se à minha presença, algo em amor. Tudo está fazendo mais sentido! Só não consigo explicar (e nem pretendo fazê-lo) o sentimento de falta e as enormes e infindáveis saudades. Mulher, seja minha morte e torne-me um homem melhor, fazendo-me esquecer que vivo em um mundo desprovido do torpor que nos causa o amor. Desnude-me com seus carinhos , arranque minha pele e mostre ao mundo meu verdadeiro ser.

3 comentários:

Anônimo disse...

Você é maravilhoso e seu texto também. Eu serei sempre sua e sempre te darei muito amor e carinho...pelo menos até quando quiseres..
te amo!

Lídia

Priscilla disse...

MTO BOM!!

Anônimo disse...

Realmente querido marconi vc "viajou" como popularmente dizem por ai!rsrsr..
Saindo do campo da filosofia, ou sei la do que, entrando no terreno espiritual..
A morte pode ter vários significados!
existe a morte física, aquela em que nossa existência se vai deste mundo,mas a essência passar a existir em outro; aquela em que voce morre pra da a vida ao outro ainda estando vivo, é o caso de uma mãe, que renuncia a muitas coisas de sua antiga vida por um filho) e a morte do ser, da essência, que é aquela que voce morre e renasce para uma vida nova em Cristo Jesus)espero que essa seja a morte que voce escolheu!bjsss...